***: O DIA NACIONAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS

09/10/2014

O DIA NACIONAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS

No próximo dia 10 de outubro, (Sexta Feira), comemora-se o DIA NACIONAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS, data inserida em nosso calendário por força de LEI FEDERAL, registrada no Diário Oficial da União na página 1, sob número 12.066 de 30 de outubro de 2009, assinada pelo Presidente da República em exercício Senhor José Alencar.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Quais lições devemos tirar desta importante data em que se comemora a vida e a presença de nossas instituições em todo o solo brasileiro, em meu modesto entendimento, são essas as lições:

-As Guardas Municipais estão presentes desde 1.831 por força de ato do Regente Feijó o qual orgulhava-se em ser o criador dessa modalidade de policiamento baseada nas vilas, aldeias e pequenas cidades do então Império do Brasil, aprendamos que a historia da humanidade é cíclica, estamos de volta ao começo, sendo um recomeço, podemos eliminar erros se estes foram cometidos pelos nossos antepassados.



-As Guardas Municipais tem em sua essência, a isoformia da lógica e estética militar, assim não fosse, não seria o então Major Luis Alves de Lima e Silva (Futuro Duque de Caxias) chamado para comandar o destacamento do Corpo de Guardas Municipais Permanentes da Corte na cidade do Rio de Janeiro, tal costume avançou no tempo e no espaço, aprendamos que o militarismo não enseja somente a guerra e a formação bélica, é antes de tudo um modo organizado de gerenciar recursos e pessoas, onde o compromisso público é exaltado.



-As Guardas Municipais deram contribuição extrema na formação do Estado Nacional Brasileiro, quando a Pátria agredida por um caudilho Latino Americano, teve sua soberania afrontada deu respostas nos campos de batalha do Paraguay, dos milhares de soldados em campo, estavam também milhares de Guardas Municipais Permanentes, entregando suas vidas pelo ideal pátrio de nação, lição essa que não pode ser apagada ou esquecida no tempo, nesse capitulo  não se esqueçam de contar aos seus filhos, sobrinhos, netos e bisnetos, que somos municipais e que nossos antepassados ajudaram a formar esse pais entregando suas vidas.



-As Guardas Municipais foram após a Guerra do Paraguay transformada em Forças Públicas, as províncias transformadas em Estados Federados, aqueles que antes eram pedestres municipais, transformaram-se em milicianos estaduais, tanto é verdade que suas histórias, brasões e dísticos remetem ao ano de 1.809 em alguns casos, contudo não citam com certa frequência suas gloriosas origens nas vilas, aldeias e cidades como Guardas Municipais Permanentes, dessa lição devemos aprender que somos seculares.



-Na década de 20 o Governador do Estado de São Paulo, observando a metodologia de policiamento da cidade de Londres, cria e implanta a Guarda Civil do Estado de São Paulo, nos mesmos moldes da Scotland Yard, com segmento uniformizado, com hierarquia e disciplina que suplantava em numero grau e gênero suas similar, (Força Pública), a verdade dos fatos revela que o General Mascarenhas de Moais, Comandante da Força Expedicionária Brasileira, solicitou a cessão de 44 Guardas Civis para formar o primeiro pelotão de Polícia do Exército, tomemos por lição que um modelo de polícia baseado em uma força policial municipal deve ser sempre considerado, os exemplos demonstraram isso desde muito tempo.



-Em 1986 o então Prefeito Jânio da Silva Quadros buscando uma solução moderna de segurança fora da concepção tradicionalizada pelo século 19 e 20, cria a Guarda Civil Metropolitana, inspirado nas cores da polícia municipal londrina, adotando-se o sistema hierárquico/funcional da Guarda Civil do Estado, sua ideia não é obviamente original do ponto de vista de iniciativa, pois dezenas de outras cidades pelo Brasil possuem Guardas Municipais com mais de 50, 60, 80 e 100 anos de existência, contudo há uma nuance nova em sua ideia: Fazer nascer uma Força Policia Metropolitana, com atuação delineada na prevenção, na força de presença, próxima a população, ele queria e frisava que São Paulo precisava de uma policia moderna, sempre penso ser este Prefeito Municipal o verdadeiro pai da Polícia Comunitária no Brasil, vamos aprender nessa lição que inovar é preciso, pensar muito a frente de nosso tempo é necessário, em especial quando o assunto é Segurança Pública.



-Por derradeiro chegamos a atualidade, um caminho percorrido em longa marcha onde há muitos nomes dignos de nota, os quais não citarei para não parecer injusto no esquecimento de um deles, nossas lideranças devem agora com várias legislações proativas as Guardas Municipais, aparar as arestas, unir-se em forças e ideais verdadeiros, estamos vivendo o apogeu politico das nossas instituições, temos proteção legal, amparo jurídico, dignidade constitucional, maciça jurisprudência positiva a nosso favor, somos policiais de fato e de direito, tiremos desse capitulo uma lição de humildade, de coesão de ideais, de sinergia para construir o futuro, solidificar nossa marca e rumar em direção ao profissionalismo pleno.



Nesta sexta feira, dignos Comandantes, Subcomandantes, Inspetores Chefes, Inspetores, Subinspetores, Classes Distintas, 1ª Classes, 2ª Classes, 3ª Classes e Alunos GM/GCM, comemorem, pois temos motivos, entreguem medalhas, láureas, diplomas, certificados, hasteiem as bandeiras, promovam desfiles e formaturas, comuniquem as Câmaras Municipais, os chefes dos Executivo, digam que estamos vivos, que vencemos, que estamos prontos e aptos, digam aos órgãos de imprensa que as cidades já não podem mais viver sem ter um fiel garantidor chamado de GUARDA MUNICIPAL, a mais republicana das forças policiais, ALIADA, PROTETORA e AMIGA.





Forte abraço a todos milicianos e milicianas municipais!


Inspetor Regional Elvis
São José dos Campos SP
gcmelvis@hotmail.com


Um comentário:

  1. Parabéns caro Inspetor dos Inspetores, V.Sª. é legitimo e autêntico. Dá de dez a zero em muito desses comandantes que andam por ai, enfeitados e sem noção, sem nenhum compromisso com as guardas, só com o dinheirinho porco pago pelas prefeituras.

    ResponderExcluir