***: O QUE ELES QUEREM, DE VERDADE...

26/11/2014

O QUE ELES QUEREM, DE VERDADE...





A proposta de ADIN criada para “derrubar a Lei 13.022/2014”, não vai prosperar, visto que o rito, a forma e o conteúdo do texto da legislação aprovada em dois turnos nas duas Casas Legislativas de âmbito Federal após DEZ ANOS, tem base legal,  seguiram os tramites e os ritos previstos na própria Constituição Federal, em nada afrontam os dispositivos constitucionais e na prática dão por direito o que era feito de fato, outro ponto a se destacado é quanto à legitimidade da proponente para  ações desse tipo, é crucial para sua permanência como polo ativo na demanda, tal falta de legitimidade fere de morte a proposta apresentada ao STF, sendo a proponente declaradamente ilegítima não há valor legal no peticionamento apresentado, que deverá ser desconsiderado pelos Ministros do STF, outro fator importante nessa ADIN é sua finalidade.  

Não foi elaborada e encaminhada ao STF com a intenção de “Resguardar a Constituição Federal”, ou para “Velar o Ordenamento Jurídico da Nação", (Causas nobres), mas para gerar desconfiança, descrédito e desrespeito ao trabalho das Guardas Municipais, uma mera tentativa de colocar abaixo a capacidade de operação da Segurança Pública nos municípios cujas estruturas estão prontas e as condições permitem tal gestão, de desrespeitar a aprovação de uma Lei Federal Complementar, APROVADA e SANCIONADA por autoridades eleitas pela MAIORIA DO POVO BRASILEIRO, cansados das mazelas da Insegurança Pública, que mataCULPADOS e INOCENTES, fazendo vítimas inclusive, e em especial entre os OPERADORES DE SEGURANÇA PÚBLICA, dos três níveis federativos, fatos que a proponente parece desconhecer por completo, é na prática a repetição da mesma estorinha do "PARECER TÉCNICO DO CETRAN DE SP" sobre aplicação de multas por agentes das Guardas Municipais, que foi derrubado de forma sistemática pelas Guardas Municipais, nos diversos Tribunais de Justiça e por fim no STF.


Vitimas fatais do CRIME | Força Nacional | Bombeiro | PRF | GCM |Policia Civil | Polícia Federal

Bom seria se toda força política de representatividade de classes pudessem produzir e aprovar uma Norma Jurídica proibindo essa guerra civil não declarada que vivemos, onde a cada 17 horas um Agente Policial é morto, independentemente da cor da farda, do uniforme, do distintivo, de sua opinião política, ou do cofre público que lhe paga, hoje pela manhã um Policial Militar foi executado e deixado dentro do porta malas de seu carro no Rio de Janeiro, agora a noite um Oficial PM foi executado com tiros de fuzil 5,56 (Arma de guerra), parece que aqueles que querem espalhar são mais numerosos que os que querem ajuntar, as Guardas Municipais não são as inimigas das PM, PC, PRF, PF, BM, ASP e PFF, os inimigos são outros.  Os inimigos do SISTEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA não vestem Azul Marinho, nos fazemos parte desse SISTEMA, sofremos as mesmas agruras e limitações, temos o mesmo DNA, fazemos polícia por ideal.


BOPE sepulta seu morto produzido pela "Guerra Civil não Declarada"

Os “Doutos Escritores, Especialistas, Consultores e outros” a serviço desses segmentos não representam os INTERESSES DA CAUSA DA SEGURANÇA PÚBLICA, eles representam seus PRÓPRIOS INTERESSES em detrimento do INTERESSE COLETIVO, para os conservadores, a alteração da linha de pensamento e a mudança da cultura no campo da Segurança Pública é um acinte, mas os avanços demonstram a necessidade da concepção de uma polícia moderna, preventiva, comunitária e republicana, tal qual nos países de longa tradição democrática e modernos por concepção de pensamentos modernos.


                                                   Japão | Bélgica | Alemanha | França | Itália | Portugal | Grã Bretanha | Suiça | Suécia | Estados Unidos da América
Fica para reflexão o pensamento do poeta, músico e compositor, que estampava nas letras de suas músicas, o pensamento crítico da maioria dos sofridos brasileiros: Suas ideias não correspondem aos fatos...

Mas... como nem tudo é chuva de marreta com cabo, temos quem nos apoie, vejam clicando nos links abaixo, e o interessante é que a opinião deles vale de verdade, 
pois é isenta: Eles  NÃO SÃO GUARDAS MUNICIPAIS.


BLOG DO DELEGADO, OPINIÃO DA ADEPOL SOBRE O ESTATUTO GERAL DAS GCM

APOIO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS AO ESTATUTO GERAL DAS GCM

DEMOCRATAS DEFENDEM O ESTATUTO GERAL DAS GCM




     Elvis de Jesus
     Inspetor Regional de GCM
     Jornalista - MTB 077.934
     *Grupo Mídia Independente





Um comentário:

  1. Ótimo artigo, os blogs de Guardas Municipais e de Policiais Civis e Militares deveriam copiar e se imbuir desse mesmo desejo de um Brasil com menos violência, está de parabéns caro Inspetor Elvis, sempre cordial e conciliador, parabéns do amigo Ricardo Trajano da PC Bahia.

    ResponderExcluir